EuroVlog Dia #16| Paris: Bomba no Metrô, Sacré Coeur, Museu do Louvre e chegando em Bruxelas

Viagens
Quando foi escolher as fotos desse dia para colocar aqui no Post do Blog fiquei indignada pois percebi que quase não tiramos fotos nesse dia. Acredito que isso tenha acontecido devido ao fato de toda a correria pois iríamos pegar o trem para Bruxelas nesse mesmo dia.
Muito ao contrário das fotos, filmamos tudinho para vocês então não deixem de assistir ao Vlog que está logo no fim desse post.

Compartilhe!

EuroVlog Dia #14 | Disneyland Paris – Parte 1: Walt Disney Studios Park

Viagens

O dia mais divertido da nossa viagem com certeza foi esse! Aproveitamos muito! Não tem lugar mais mágico que esse. Sei que sou suspeita a falar mas amo a Disney e tudo que é da Disney. Quando entrei naquela loja “World Of Disney” pirei muito, queria levar tudo pra casa. Ai se eu tivesse espaço na minha mala! hahahaha
Dividi o vídeo da Disney em duas partes pois ficou muito longo! Essa é a primeira parte, a segunda vai ao ar na parte da tarde! =D
Não deixe de assistir ao Vlog no final desse Post!! 

Compartilhe!

EuroVlog Dia #13 | Paris – França: Ladurée, Jardim Tuileries, Champs Élysées e Mais!!!

Viagens

Depois do vuco-vuco todo de Viena finalmente chegamos em Paris. Como chegamos bem cedinho e não esperávamos por isso, nosso check-in estava agendado para mais tarde e não conseguimos antecipa-lo.  Para facilitar a nossa vida, deixamos as malas lá e fomos bater perna enquanto não dava o horário.

O “turbante” na minha cabeça era pra disfarçar o cabelo sujo mesmo! hahahaha Tiramos poucas fotos pois estávamos bem cansadas, mas filmamos tudinho!!! Então, não deixe de assistir ao Vlog no final do Post.

Compartilhe!

VIAJANDO PARA PARIS: O QUE VOCÊ PRECISA SABER | HOTÉIS, ATRAÇÕES, COMPRAS E TAX FREE

Viagens

O post de hoje é a parte 3 do Guia de Viagem sobre Paris. Nele eu falo um pouco sobre hotéis, atrações, compras e tax free. Eu espero que vocês gostem e que seja útil de alguma forma.Para  conferir a primeira parte, na qual falo sobre os sobre os aeroportos de Paris é só clicar aqui e se você quiser acessar o guia sobre o seu o seu transporte público é clique aqui.

Hotéis

Em Paris há uma infinidade de opções em hotéis para se hospedar, tornando difícil tomar a decisão de qual hotel escolher. Geralmente eu verifico três aspectos tentando encontrar um balanço entre eles para decidir o que melhor se enquadra nos meus padrões. Estes aspectos são preço, localização e proximidade com o metrô.

A primeira coisa para limitar a busca é selecionar a faixa de preço que eu gostaria de pagar no hotel, então vejo as fotos e seleciono os que acho melhores. Então pesquiso sobre a região na qual ele se encontra para ter certeza que aquele bairro não é conhecido por ser perigoso e se há comércio por perto. Após verificar a localização sempre checo o metrô, pra mim o hotel tem que ser próximo de uma estação e se for possível uma estação na qual passa mais de uma linha (para facilitar a locomoção dentro da cidade). Então escolho o hotel que melhor se enquadrar dentro destes três critérios.Os hotéis que já fiquei em Paris e que recomendo:

  • ibis Paris Berthier Porte de Clichy – o hotel é localizado bem próximo ao metrô, só que quando me hospedei nele estava viajando com a excursão, então não explorei muito bem a área do hotel. A minha impressão foi boa e gostei bastante.
  • Mercure Paris La Défense 5 Hotelo hotel não fica localizado tão próximo ao metrô (cerca de 10-15 min de caminhada), então eles disponibilizam uma vã que faz o trajeto a cada meia hora, mas você precisa informar na recepção que você tem a intenção de utilizá-la antes. Para o trajeto no sentido oposto, tem um interfone na estação que você se comunica com a recepção do hotel, dessa forma a vã irá para a estação no horário seguinte a sua ligação. Eu gostei bastante do hotel e da região La Défense.
  • Citadines La Défense Paris – o hotel fica muito próximo da saída 4 do metrô, a estação é a penúltima da linha 1 (Esplanade de La Defénse).  Eu adorei o hotel, principalmente porque possuem cozinhas compactas. Durante a viagem, eu e minha família descíamos na estação Grande Arche de La Défense, comprávamos comida congelada tem um mini mercado e a parte de comida da loja de departamento da Marks & Spencer (M&S). Eu e a Thaís somos loucas pelas comidas de micro-ondas da M&S, principalmente o macarrão carbonara, espaguete e lasanha à bolonhesa da seção italiana. Depois voltávamos para o hotel porque tínhamos o bilhete de metrô para o dia inteiro. Então economizamos bastante com os jantares.

Clique aqui pesquisar hotéis em Paris.

Atrações
Em Paris o que não falta são lugares para conhecer, por isso selecionei as atrações mais famosas para falar um pouco sobre elas aqui.

Torre Eiffel:  é uma torre de ferro de 324m de altura construída no século XIX para a Exposição Universal de 1889. Em 1909-1910 a torre quase foi demolida, sendo salva devido à sua utilidade como uma torre de rádio, algumas das primeiras transmissões de rádio foram feitas nela. A Torre Eiffel é pintada a cada 7 anos e sua cor é decidida pelo voto dos cidadãos parisienses. A duração do tempo de pintura é 18 meses e custa em torno de 4 milhões de euros.
As filas para entrar na Torre Eiffel são gigantes, por isso é altamente recomendável que a compra dos bilhetes seja feita com antecedência.
Depois que escurece há o Show das Luzes da Torre Eiffel, a cada hora a torre brilha por 5 minutos. O melhor lugar pra ver o show é o Trocadèro.

Horário de funcionamento: meio de junho à começo de setembro | elevador e escada 9:00-00:45 (último elevador para o topo é onze horas e para o segundo andar é meia noite)
resto do ano | elevador 9:30 – 11:45 (último elevador para o topo é dez e meia e para o segundo andar é onze horas) escada 9:30-18:30 (última admissão às 6 horas, mas este horário pode ser estendido dependendo do número de visitantes.

Preços: entrada pelo elevador até o segundo andar | € 9,00 (adultos) € 7,50 (jovens de 12 a 24 anos) € 4,50 (crianças de 4 a 11 anos)
entrada pelo elevador até o topo | € 15,00 (adultos) € 13,50 (jovens de 12 a 24 anos) € 10,50 (crianças de 4 a 11 anos)
entrada por escadas até o segundo andar | € 5,00 (adultos) € 4,00 (jovens de 12 a 24 anos) € 3,00 (crianças de 4 a 11 anos)





Catedral de Notre Dame:  é uma igreja gótica que foi concebida no século XII e concluída no século XIV, levando mais de 100 anos para ser construída. Depois de ser negligenciada por um período, a igeja volta a imaginação popular com a história do corcunda de Notre Dame escrita por Victor Hugo no século XIX.
As estátuas de gárgulas e quimeras foram adicionadas no século XIX, enquanto as gárgulas foram feitas pra prevenir os danos causados pela água nas paredes da igreja as quimeras só tem função decorativa.
O passeio pela área principal da igreja é gratuito, mas há passeios adicionais que valem à pena. Como é o caso do tour pelas torres. Há também o tesouro da catedral que é localizado na sacristia e mostra objetos litúrgicos feitos de outro principalmente.
Horário de funcionamento: salão principal | 8:00 – 18:45 (nos sábados e domingos a igreja fecha 19:15)
tesouro da catedral | segunda a sexta 9:30 – 18:00 ; sábado 9:30 – 18:30 e domingo 13:30 – 18:30
tour pelas torres | 1 abril a 30 de setembro 10:00-18:30; nas sextas-feiras e sábados durante os meses de julho e agosto 10:00-23:00 e 1 de outubro a 31 de março 10:00-17:30 (a última admissão é 45 min antes do horário de fechar.
Preço: salão princial | grátis
tesouro da catedral | €3,00 (adultos) €2,00 (jovens entre 13 e 26 anos) € 1,00 (crianças entre 6 e 12 anos)
tour pelas torres | € 8,50 (adultos) € 5,50 (tarifa reduzida)




Palácio de Versalhes: é um dos maiores e mais opulentos palácios do mundo, sendo o castelo mais visitado da França. Ele possui aproximadamente 2.143 janelas, 1.252 larreiras e 67 escadas.
Ele foi construído no século XVII pelo Rei Luís XIV e serviu de inspiração para muitos castelos e jardins em toda a Europa. O Tratado de Versalhes que deu fim à Primeira Guerra Mundial foi ratificado em 1919 na Galeria dos Espelhos.
Por ser uma conexão com a monarquia, durante a Revolução Francesa o Palácio foi quase destruído. Suas obras de arte passaram a fazer parte da coleção do Museu do Louvre, incluindo a Mona Lisa e os livros foram para a Biblioteca Nacional. Todo o rico mobiliário foi leiloado à fim de obter dinheiro para financiar o novo governo.
O Palácio só se tornou um museu em 1873, no entanto, a restauração só foi possível com a doação de 60 milhões de francos pelo investidor estadunidense John Rockefeller. Algumas peças do mobiliário conseguiram ser reavidas por Verlet na década de 1960.
Horário de funcionamento: 1 abril a 31 de outubro | Palácio terça à domingo 9:00 – 18:30; Grande Trianon e Domínios de Maria Antonieta terça à domingo 12:00 – 18:30 pm; Jardins segunda à domingo 8:00 – 20:30 e Parque segunda à domingo 8:00 – 20:30 para pedestres
1 novembro a 31 de março | Palácio terça à domingo 9:00 – 17:30; Grande Trianon e Domínios de Maria Antonieta terça à domingo 12:00 – 17:30 pm; Jardins e Parque segunda à domingo 8:00 – 18:00.
A bilheteria fecha 40min antes de fechar e a última admissão é 30min antes de fechar.
Preços: Palácio | € 15,00
Passaporte (Palácio, Grande Trianon e Domínios de Maria Antonieta) | € 18,00

 

Museu do Louvre:
é um dos maiores museus do mundo, sendo abrigado no Palácio do Louvre, que foi contruído no século XII. O conceito de transformar o Louvre em um museu surgiu no século XVIII, abrindo ao público em 1793.
Nas décadas de 1980 e 1990 o palácio passou por uma grande reforma, a fim de ser mais acessível e cômodo aos visitantes.
A coleção de pinturas do Louvre é uma das mais ricas, representando todos os períodos da arte européia até a Revolução de 1848. As obras após esta data estão no Museu Orsay. Além disso, há exposições da pré-história e é neste museu que se encontra a famosa Mona Lisa.
Horário de funcionamento: segunda, quinta, sábado e domingo | 9:00 – 18:00
quarta e sexta | 9:00 – 21:45
Os cômodos começam a fechar 30min antes.
Preços: coleção permanente | € 12,00
exibições no Salão de Napoleão| € 13,00
entrada das duas exibições | € 16,00
Visitantes menores de 18 anos tem entrada gratuita e a entrada do museu é de graça para todos no primeiro domingo de cada mês entre março e outubro.
Os jovens entre 18-26 anos não pagam para entrar no museu todas às sextas-feiras a partir das 18:00.


Basílica de Sacré Cour: é uma basílica no topo do ponto mais alto de Paris, o monte Martre. A Basílica do Sagrado-Coração foi construída no século XIX como pagamento de uma promessa feita por Alexandre Legentil e Hubert Rohault de Fleury de construir uma igreja caso a França sobrevivesse às investidas do exército alemã durante a guerra Franco-Prussiana.
Um dos sinos mais pesados do mundo se encontram nesta basílica e possui 3 metros de diâmetro.
Horário de Funcionamento: todos os dias 06:00 – 22:30 (última admissão é 22:15).
Preço: Basílica | de graça para todos
Cúpula e cripta | € 8,00 (adultos) e € 5,00 (crianças entre 4 e 16 anos)
Cúpula | € 6,00 (adultos) e € 4,00 (crianças entre 4 e 16 anos)
Cripta | € 3,00 (adultos) e € 2,00 (crianças entre 4 e 16 anos)



Compras e Tax Free

Eu, particularmente, não considero Paris uma cidade para compras. Quando visitei a cidade, só comprei produtos para pele da Vichy e La Roche Posay que estavam na promoção na farmácia da estação La Dèfense.  Então não tenho nenhuma experiência para falar pra vocês à esse respeito. Procurando pela internet encontrei estes dois posts que são bem completos no quesito compras: Conexão Paris – Onde Comprar e Paris para Brasileiros – Melhores lugares para fazer compras.

Um assunto sobre compras muito importante é o Tax Free, porque com ele você consegue reaver uma parte do valor do imposto que você pagou nas suas comprinhas por não ser residente da União Européia. Por isso, vale à pena checar nas lojas antes de comprar se elas oferecem o Tax Free, normalmente as lojas tem um adesivo na vitrine. O valor mínimo na França para eles emitirem o formulário é € 175,01. Para preencher o formulário é necessário estar com o passaporte. Além disso, se o formulário estiver incompleto ou preenchido incorretamente, não haverá o reembolso.

Para requerer o reembolso você precisa carimbar suas notas e formulários num guichê antes de fazer o check-in. O funcionário pode pedir para verificar suas compras, então é recomendado que as deixe na bagagem de mão. Depois, haverá um quiosque onde você poderá reaver o valor das taxas em dinheiro ou no seu cartão de crédito.

Compartilhe!

Viajando para Paris – O que você precisa saber? | Transporte Público

Viagens

Esta é o segundo post da série sobre Paris, nele eu falo sobre o transporte público de Paris. Espero que as informações sejam úteis! =D

No primeiro post eu escrevi sobre os aeroportos de Paris é só clicar aqui para acessá-lo. E no terceiro post eu falo sobre dicas de hotéis, atrações, compras e tax free (é só clicar aqui para conferir).

 

Os preços informados abaixo foram checados em junho de 2014.

Transporte público

Há três opções de transporte público em Paris: metrô, ônibus, RER (Rede Expressa Regional) e bondinho. Nas viagens eu normalmente evito pegar ônibus por ser mais complicado saber onde descer, por isso se há metrô, trens e/ou bondinhos disponíveis procuro utilizá-los.
  • Metrô: Paris tem aproximadamente 300 estações de metrô ligadas por 16 linhas (numeradas de 1 a 14, além da 3bis e 7bis) que são representadas por cores diferentes. Todas as linhas seguem em duas direções indicadas pelo nome da última estação. As diferentes direções normalmente passam em diferentes plataformas, então você deve prestar atenção nas placas que mostram para onde seguir dentro das estações.No interior dos trens há um mapa detalhado da linha na qual você está, mostrando as estações e as conexões possíveis em cada estação.O horário de funcionamento do metrô é das 6:00 até 00:30, no entanto o horário do primeiro e último trem variam de acordo com o ponto que você está saindo ao longo da linha.

    Para ir de uma estação à outra de metrô há inúmeras possibilidades (a não ser que as estações sejam na mesma linha), por isso vale conferir a rota mais fácil e/ou rápida fornecida pelo planejador de rotas no site da RAPT aqui.

 

  • RER (Rede Expressa Regional): é uma rede de trens dividida em 5 linhas (A, B, C, D e E) que cobre a maior parte da Ille-de-France. Por ter menos paradas, o RER acaba sendo mais rápido que o metrô, então sempre que possível escolha ir de RER. Além disso, a regularidade dos trens é muito similar com a do metrô, apesar de que seja necessário esperar mais para ir para algumas áreas no subúrbio.É muito importante prestar muita atenção ao trem que você irá entrar, uma vez que cada linha do RER tem mais de um destino final, então é essencial conferir se a estação que você quer descer está na rota do trem que pretende entrar. O horário de funcionamento do RER é o mesmo que o metrô (6:00 até 00:30)

 

  • Ônibus: a rede de ônibus de Paris conta com 52 linhas que funcionam de segunda a sábado das 7:30 à 20:30 aproximadamente. Algumas linhas operam até meia noite e meia e apenas cerca de metade das rotas tem ônibus aos domingos e feriados.Os pontos de ônibus podem ser desde abrigos de vidro a um simples poste, então é preciso ficar atento. Em ambos há as seguintes informações: número das rotas que param no ponto, seus itinerários e horários. Algumas paradas possuem visores eletrônicos que mostra o número da linha, o sentido e o tempo aproximado até a chegada do ônibus.Nos ônibus há um painel eletrônico com o número da linha e o nome da estação final, diferente do RER e do metrô, no ônibus você precisa indicar ao motorista que você deseja parar, para isso você aperta o botão quando estiver próximo do ponto no qual deseja descer. Por isso, eu normalmente evito andar de ônibus se possível.

    Para andar em Paris de madrugada há um ônibus noturno chamado Noctilien, que opera entre 00:30 e 05:30. Ele conta com 42 rotas através da Ille-de-France.

    Ambos os tipos de ônibus funcionam com o bilhete do metrô simples e vai variar o número de bilhetes necessários de acordo com o número de zonas que você está andando. Mas o seu  Passe também funciona no ônibus dentro das zonas especificadas.

 

  • Bondinho (Tramway): é uma rede de trem de superfície que está em expansão em Paris. Há 7 linhas em funcionamento e outras duas estão para ser inauguradas em 2014/2015. Apenas uma linha do bondinho não é gerida pela Ratp,  a linha T4, que é operada pela empresa nacional de trens da França, a SNCF. As outras (T1, T2, T3a, T3b, T5, T7, T6 e T8) são geridas pela Ratp. Os bondinhos são mais concentrados nas áreas periféricas de Paris e não estão bem conectados.

 

Uma das coisas mais confusas sobre o transporte público de Paris é entender como os bilhetes funcionam. É importante se informar à respeito deste tópico porque sua confusão pode fazer que você pague uma multa se for pego pelos fiscais. Então, os bilhetes e suas normas serão o tema principal desta seção do post.

Tipos de bilhetes, preços e como funcionam:


Ticket T+ (fonte: Paris by Train)
  • Bilhete de uso único (ticket t+):   este bilhete é válido para uma única jornada contínua de qualquer tamanha em todo o sistema de metrô, incluindo mudanças para outras linhas de Metrô e trens do RER somente dentro da Zona 1. Esses bilhetes são vendidos individualmente ou em livretos de 10. Ele também pode ser utilizado nas linhas de ônibus na Ille-de-France (não considerando o Orlybus e Roissy), nas linhas de bondinho e no funicular Montmartre.Eles podem ser comprados através das maquinas automáticas que aceitam moedas de Euro e cartões de crédito com chip ou em guichês. O cartão de crédito sem chip não vai funcionar nas máquinas e nos guichês, então se você tiver apenas cartões de crédito sem chip você terá que pagar seus bilhetes em dinheiro.As crianças menores de 3 anos não precisam pagar se não ocuparem assento e as crianças entre 4 e 9 anos tem tarifa reduzida se for comprado o livreto “carnet” com 10 bilhetes. Caso contrário a criança irá pagar a tarifa normal do bilhete.

    As coisas começam a ficar complicadas quando se relacionam ao tipo de conexão que é permitida com este bilhete. Com ele você pode ter conexões no espaço de 1:30h (entre a primeira e a última validação) entre os seguintes meios de transporte:
    – metrô/metrô
    – metrô/RER e RER/RER (ambas conexões somente dentro da Zona 1)
    – ônibus/ônibus (incluindo entre as redes Rapt e Optile)
    – ônibus/bonde
    – bonde/bonde

    Atenção, pois a ordem dos meios de transponde fazem diferença. Por exemplo: você pode trocar no metrô para o RER (desde que seja dentro da Zona 1), mas não pode trocar do RER para o metrô.

    O preço do bilhete comprado no ônibus é € 2,00 e não é permitido conexões. Além disso, o livreto/carnet não pode ser comprado.

    Preços
    Individual | € 1,70
    Livreto com 10 – adulto | € 13,70 (economia de 27%)
    Livreto com 10 – criança entre 4 e 9 anos | € 6,85

 

Ticket T+ (fonte: Paris by Train)
  • Bilhete Origem-Destino: como o Ticket t+ só permite viagens no RER dentro da Zona 1, este é o bilhete que você compra individualmente para fazer viagens de RER fora da Zona 1. O preço varia de € 1,70 a mais de €11,00 dependendo da sua estação de origem e destino. Além disso os preços não são de acordo com as zonas percorridas.Se o bilhete for comprado para ou de Paris (zona 1) você pode fazer correspondência entre o metrô e o RER. Neste caso, as conexões com ônibus e bondinho não são permitidas. Há também a opção de comprar um “carnet” (livreto) com dez bilhetes e receber um desconto de 20% no valor total a ser pago. Com este tipo de bilhete, as crianças tem desconto tanto nos individuais quanto no livreto.Preço:
    Os preços variam de € 1,70 até mais de € 11,00, dependendo do seu trajeto.
    Por exemplo:
    * Aeroporto Charles de Gaulle para Zona 1 de Paris | € 9,75 (adulto) e € 6,85 (criança entre 4 e 10 anos)
    * Zona 1 de Paris para Disneyland | € 7,50 (adulto)
    * Zona 1 de Paris para Versailes | € 4,20 (adulto)

    Através do site da Ratp há um link para calcular a tarifa do seu bilhete, no entanto, a página não abre. Aqui é a página sobre este tipo de bilhete e para calcular o valor deste bilhete é só clicar em: “Calculer le tarif pour votre trajet en Îlle-de-France“. Espero que eles consertem esta parte do site em breve.

 

 

Passe Mobilis (fonte: Paris by Train)

 

  • Passe de 1 dia (Mobilis) : o passe diário chamado Mobilis é um passe que permite viagens ilimitadas de metrô, ônibus, RER e bonde durante o horário de funcionamento do metrô do dia. Este bilhete não é válido para as rotas dos aeroportos (Orlyval, Orlybus, Roissybus e Roissy por RER), mas você pode utilizá-lo nos ônibus normais para Orly (183 e 285) e para o Charles de Gaulle (350 e 351), desde que estejam dentro da zona escolhida para o bilhete.Para o bilhete ser válido é preciso preencher com caneta as seguintes informações na linha pontilhada: data de utilização no formato dd/mm/aa (“Valable le”), sobrenome (“NOM”) e primeiro nome (“Prénom”). Se um fiscal pedir para verificar seu bilhete e você não o tiver preenchido você poderá pagar uma multa. Como o bilhete é válido na data que você escrever nele, é possível comprá-lo com antecedência.Preços:
    Zonas 1 e 2 | € 6,80 
    Zonas 1 a 3 | € 9,05
    Zonas 1 a 4 | € 11,20
    Zonas 1 a 5 | € 16,10

 

Paris Visite ticket  Paris Visite card
 

 

Paris Visite (fonte: Paris by Train)
  • Passe para múltiplos dias (Paris Visite) : é um passe que está disponível nas versões de 1, 2, 3 e 5 dias consecutivos nas opções de Zona 1 a 3 e 1 a 5. Além de permitir acesso ilimitado ao metrô, RER, ônibus (sem considerar os da Air France, o Roissybus e os de circuito turístico)  e bonde, o passe Paris Visite também oferece descontos em algumas das atrações de Paris (clique aqui para ver todos os descontos). Alguns benefícios são: 20% de desconto na estrada para o Arco do Triunfo, 20% de desconto no bilhete normal para a Disneyland Paris e 30% de desconto na entrada para a Torre Montparnasse.Assim como no bilhete Mobilis, no Paris Visite você precisa preencher a data, o número do cartão, o seu sobrenome (“NOM”) e o primeiro nome (“PRENOM”). Para o bilhete ser válido você precisa andar com as duas partes dele (as duas da foto) e tê-lo preenchido, caso contrário você poderá ter que pagar uma multa se um fiscal encontrar as irregularidades.Preços
    Zonas 1 a 3
    1 dia  | € 10,85 (adulto) € 5,40 (crianças entre 4 e 10 anos)
    2 dias | € 17,65 (adulto) € 8,80 (crianças entre 4 e 10 anos)
    3 dias | € 24,10 (adulto) € 12,05 (crianças entre 4 e 10 anos)
    5 dias | € 34,70(adulto) € 17,35(crianças entre 4 e 10 anos)

    Zonas 1 a 5
    1 dia  | € 22,85 (adulto) € 11,40 (crianças entre 4 e 10 anos)
    2 dias | € 34,70 (adulto) € 17,35 (crianças entre 4 e 10 anos)
    3 dias | € 48,65 (adulto) € 24,30 (crianças entre 4 e 10 anos)
    5 dias | € 59,50 (adulto) € 29,75 (crianças entre 4 e 10 anos)

    Passe Navigo Decouverte Navigo Name Photo card
     

     

    Navigo Découverte (fonte: Paris by Train)
  • Passe Semanal ou Mensal (Navigo Découverte) : é um passe semanal ou mensal que vale estritamente de segunda à domingo ou do dia primeiro ao último dia do mês. Durante este período você tem direito à viagens ilimitadas dentro da Îlle-de-France por metrô, RER, ônibus e trem, com a exceção do OrlyVal, as linhas da SNFC que precisam de reserva e o ônibus com tarifas especiais Optile.Este passe só é vendido nos guichês e será necessária uma foto de 3cm de altura e 2,5cm de largura. Nas estações de metrô maiores há as máquinas automáticas de fotos que cobram cerca de € 5,00 por 4 fotos (as máquinas só aceitam moedas). Além disso, você pode imprimir sua foto em casa colorida ou em preto e branco. Frequentemente os funcionários nos guichês tem tesouras para cortar sua foto do tamanho correto.O cartão do Passe Navigo por si só custa € 5,00 (não reembolsável), então não se esqueça de contabilizar os € 5,00 do passe nos valores informados abaixo.

    Preços:
    Zonas 1 e 2 | € 20,40 (semana) – € 67,10 (mês)
    Zonas 1 a 3 | € 26,40 (semana) – € 86,60 (mês)
    Zonas 1 a 4 | € 32,00 (semana) – € 105,40 (mês)
    Zonas 1 a 5 | € 34,40 (semana) – € 113,20 (mês)

 

Bilhete para jovens no fim de semana. (Fonte: Ratp)
  • Bilhete para Jovens no Fim de Semana: é um bilhete diário que só pode ser usado no sábado, domingo ou feriado para pessoas com menos de 26 anos. Ele é semelhante ao ticket Mobilis permitindo viagens ilimitadas de metrô, ônibus, RER e bonde durante o horário de funcionamento do metrô do dia. No entanto ele não é válido para os aeroportos só podem ser alcançados pelos ônibus 183 e 285 para o Orly ou 350 e 351 para o Charles de Gaulle desde que estejam dentro da zona escolhida para o bilhete. As rotas dos aeroportos Orlyval, Orlybus, Roissybus e Roissy por RER não são permitidas.Assim como o Mobilis é necessário preencher com caneta as seguintes informações na linha pontilhada: data de utilização no formato dd/mm/aa (“Valable le”), sobrenome (“NOM”) e primeiro nome (“Prénom”). Se um fiscal pedir para verificar seu bilhete e você não o tiver preenchido você poderá pagar uma multa. Além disso, o fiscal também pode requerer um comprovante da idade e caso você seja maior de 26 anos uma multa também poderá ser aplicada.Preços:
    Zonas 1 e 3 | € 3,75 
    Zonas 1 a 5 | € 8,10
    Zonas 3 a 5 | € 4,75 
Compartilhe!